Sabe aquela hora que você não tem para onde fugir , com quem desabafar ? Estou assim já tem um tempo . Estou aqui para isso para me refugiar desse mundo de violência , falsidade , mentiras ...
Sorria Apenas Sorria :)
Home help F.a.q About me
Refúgio de uma menina "feliz".
modificado+ credits

Bom, já passou muito tempo desde que eu escrevi o ultimo post, nossa tanta coisa aconteceu na minha vida, muita coisa mesmo, nem sei por onde começar.. Assim, rolaram varias coisas, esse garoto do ultimo post, ele está namorando uma dessas garotas que eu mencionei, não eram 3, eram só 2 mesmo, eu e mais uma. Ele estava muito indeciso entre eu e ela, e magoando muito as duas, então resolvi ter uma atitude porque alguém tinha que ser maduro e fazer algo, então decidi largar ele, largar tudo e deixar ele viver a vida dele e eu a minha. Não estou bem pois sinto falta dele, mas estou melhor sozinha, as vezes da vontade de jogar tudo pro alto e sair por ai, mas penso que não posso fazer isso, tenho responsabilidades e não é por causa de um garoto que não me deu valor que eu vou fazer isso. Ele não era o suficiente pra mim, eu penso assim… Mas quer saber? Dane-se tudo, ultimamente eu estou sendo feliz e não ligando para a opinião dos outros e é tão bom porque eu posso ser eu mesma.. E sendo feliz ao máximo.. E outras coisas que aconteceram foi muito estresse aqui em casa, meu avô faleceu tem mais ou menos 2 meses e 2 semanas, ainda sinto falta dele e a ficha não caiu mas é seguir em frente e rezar por ele! 🙏 E é isso… Rs


Amar é uma merda

Hoje é primeiro de abril, aaah cara que data idiota para se brincar com os sentimentos dos outros… Um amigo meu um dia desses disse que o garoto que eu estou de rolo( amando de verdade) ficou com uma menina, até ai tudo tranquilo. Hoje uma amiga minha e amiga do menino que eu estou de rolo, faz uma brincadeira falando que ele esta ficando comigo e mais duas, sendo que o mais engraçado é que ela usou o mesmo nome que meu amigo falou. Pode ser coisa da minha cabeça mas você não acha muito coincidência isso não?! Pois bem eu acho e muita. Só não quero passar como otária, eu o amo de verdade e ele também não tenho dúvidas mas é aquilo ou sou eu ou ele passa o rodo. Não to falando isso porque quero me achar, nada a ver, mas ou ele fica SÓ comigo ou ele sai pegando geral como ele já fez, o problema são essas amizades dele.. Mas vou investigar isso e espero que seja mentira, estou firme e forte para o que der vier, se tiver que ser será.


JURO QUE NADA DA CERTO NA MINHA VIDA

Bom, não sei nem por onde começar, não estou mais com meu amigo de infância, os motivos foram os mesmos que os dos meu outros namorados( acabei enjoando) mas o pior que nem cheguei a começar a namorar com ele, pois viajei fiquei 2 semanas fora sem contato com ninguém( isso em janeiro desse ano) e depois voltei muito diferente, voltei mais sentimental e gostando do em primeiro namorado, passou carnaval fiquei com uns garotos, e começou as aulas, não conseguia olhar na cara do meu primeiro namorado sem pensar em chorar, porque tudo o que eu fiz com ele, tudo o que eu fiz ele passar me magoou porque fiz ele sofrer e agora quem gosta dele sou eu, e acabei “perdendo” ele, ele estava quase namorando uma garota mas depois ele terminou e começou a ficar com uma menina. Mas eu fui e fiquei correndo atras dele pra gente conversar, se dar uma segunda chance, beleza ele deu. Agora estamos ficando, todo mundo já sabe, mas o problema é que todo mundo fala pra eu não me iludir com ele, para eu não apressar as coisas, porque ele era um garoto quando começamos a namorar ano passado, e agora ele ta diferente, e realmente e esta. Mas eu o amo, nao aguento ficar longe dele e pra piorar a “ex” ( a garota que ele estava quase namorando) foi la na escola, e eu dei um ataque de ciumes. Ele simplesmente me levou para outro lugar sem ela ver e me beijou e disse que teria que ir embora, sendo que porque ele não me beijou na frente dela? Porque? Mas antes ele falou com ela e saiu para vir falar comigo e foi embora! Realmente la na hora do meu ataque disse coisas que não deveria ter dito, me arrependo porque julguei ela mas ela não tem culpa de nada, ele que é o errado. Ele diz que me ama e eu falo que o amo também mas ele não acredita! E sinceramente as vezes não o reconheço mais, não foi por esse menino que eu me apaixonei, não foi! Queria uma ajuda mas ninguém sabe o que fazer… :’/


Tava lendo essa página sobre bipolaridade: http://www.psicosite.com.br/tra/hum/bipolar.htm

Gente acho que sou bipolar,sério,o que eu faço?

Quem não conseguir abrir vou colocar aqui o que ta escrito na página:

O que é?
O transtorno afetivo bipolar era denominado até bem pouco tempo de psicose maníaco-depressiva. Esse nome foi abandonado principalmente porque este transtorno não apresenta necessariamente sintomas psicóticos, na verdade, na maioria das vezes esses sintomas não aparecem. Os transtornos afetivos não estão com sua classificação terminada. Provavelmente nos próximos anos surgirão novos subtipos de transtornos afetivos, melhorando a precisão dos diagnósticos. Por enquanto basta-nos compreender o que vem a ser o transtorno bipolar. Com a mudança de nome esse transtorno deixou de ser considerado uma perturbação psicótica para ser considerado uma perturbação afetiva.
A alternância de estados depressivos com maníacos é a tônica dessa patologia. Muitas vezes o diagnóstico correto só será feito depois de muitos anos. Uma pessoa que tenha uma fase depressiva, receba o diagnóstico de depressão e dez anos depois apresente um episódio maníaco tem na verdade o transtorno bipolar, mas até que a mania surgisse não era possível conhecer diagnóstico verdadeiro. O termo mania é popularmente entendido como tendência a fazer várias vezes a mesma coisa. Mania em psiquiatria significa um estado exaltado de humor que será descrito mais detalhadamente adiante.
A depressão do transtorno bipolar é igual a depressão recorrente que só se apresenta como depressão, mas uma pessoa deprimida do transtorno bipolar não recebe o mesmo tratamento do paciente bipolar.

Características
O início desse transtorno geralmente se dá em torno dos 20 a 30 anos de idade, mas pode começar mesmo após os 70 anos. O início pode ser tanto pela fase depressiva como pela fase maníaca, iniciando gradualmente ao longo de semanas, meses ou abruptamente em poucos dias, já com sintomas psicóticos o que muitas vezes confunde com síndromes psicóticas. Além dos quadros depressivos e maníacos, há também os quadros mistos (sintomas depressivos simultâneos aos maníacos) o que muitas vezes confunde os médicos retardando o diagnóstico da fase em atividade.

Tipos
Aceita-se a divisão do transtorno afetivo bipolar em dois tipos: o tipo I e o tipo II. O tipo I é a forma clássica em que o paciente apresenta os episódios de mania alternados com os depressivos. As fases maníacas não precisam necessariamente ser seguidas por fases depressivas, nem as depressivas por maníacas. Na prática observa-se muito mais uma tendência dos pacientes a fazerem várias crises de um tipo e poucas do outro, há pacientes bipolares que nunca fizeram fases depressivas e há deprimidos que só tiveram uma fase maníaca enquanto as depressivas foram numerosas. O tipo II caracteriza-se por não apresentar episódios de mania, mas de hipomania com depressão.
Outros tipos foram propostos por Akiskal, mas não ganharam ampla aceitação pela comunidade psiquiátrica. Akiskal enumerou seis tipos de distúrbios bipolares. 

Fase maníaca
Tipicamente leva uma a duas semanas para começar e quando não tratado pode durar meses. O estado de humor está elevado podendo isso significar uma alegria contagiante ou uma irritação agressiva. Junto a essa elevação encontram-se alguns outros sintomas como elevação da auto-estima, sentimentos de grandiosidade podendo chegar a manifestação delirante de grandeza considerando-se uma pessoa especial, dotada de poderes e capacidades únicas como telepáticas por exemplo. Aumento da atividade motora apresentando grande vigor físico e apesar disso com uma diminuição da necessidade de sono. O paciente apresenta uma forte pressão para falar ininterruptamente, as idéias correm rapidamente a ponto de não concluir o que começou e ficar sempre emendando uma idéia não concluída em outra sucessivamente: a isto denominamos fuga-de-idéias.. O paciente apresenta uma elevação da percepção de estímulos externos levando-o a distrair-se constantemente com pequenos ou insignificantes acontecimentos alheios à conversa em andamento. Aumento do interesse e da atividade sexual. Perda da consciência a respeito de sua própria condição patológica, tornando-se uma pessoa socialmente inconveniente ou insuportável. Envolvimento em atividades potencialmente perigosas sem manifestar preocupação com isso. Podem surgir sintomas psicóticos típicos da esquizofrenia o que não significa uma mudança de diagnóstico, mas mostra um quadro mais grave quando isso acontece.

Fase depressiva
É de certa forma o oposto da fase maníaca, o humor está depressivo, a auto-estima em baixa com sentimentos de inferioridade, a capacidade física esta comprometida, pois a sensação de cansaço é constante. As idéias fluem com lentidão e dificuldade, a atenção é difícil de ser mantida e o interesse pelas coisas em geral é perdido bem como o prazer na realização daquilo que antes era agradável. Nessa fase o sono também está diminuído, mas ao contrário da fase maníaca, não é um sono que satisfaça ou descanse, uma vez que o paciente acorda indisposto. Quando não tratada a fase maníaca pode durar meses também. 

Exemplo de como um paciente se sente
…Ele se sente bem, realmente bem…, na verdade quase invencível. Ele se sente como não tendo limites para suas capacidades e energia. Poderia até passar dias sem dormir. Ele está cheio de idéias, planos, conquistas e se sentiria muito frustrado se a incapacidade dos outros não o deixasse ir além. Ele mal consegue acabar de expressar uma idéia e já está falando de outra numa lista interminável de novos assuntos. Em alguns momentos ele se aborrece para valer, não se intimida com qualquer forma de cerceamento ou ameaça, não reconhece qualquer forma de autoridade ou posição superior a sua. Com a mesma rapidez com que se zanga, esquece o ocorrido negativo como se nunca tivesse acontecido nada. As coisas que antes não o interessava mais lhe causam agora prazer; mesmo as pessoas com quem não tinha bom relacionamento são para ele amistosas e bondosas. 

Sintomas (maníacos):
Sentimento de estar no topo do mundo com um alegria e bem estar inabaláveis, nem mesmo más notícias, tragédias ou acontecimentos horríveis diretamente ligados ao paciente podem abalar o estado de humor. Nessa fase o paciente literalmente ri da própria desgraça.
Sentimento de grandeza, o indivíduo imagina que é especial ou possui habilidades especiais, é capaz de considerar-se um escolhido por Deus, uma celebridade, um líder político. Inicialmente quando os sintomas ainda não se aprofundaram o paciente sente-se como se fosse ou pudesse ser uma grande personalidade; com o aprofundamento do quadro esta idéia torna-se uma convicção delirante
Sente-se invencível, acham que nada poderá detê-las.
Hiperatividade, os pacientes nessa fase não conseguem ficar parados, sentados por mais do que alguns minutos ou relaxar.
O senso de perigo fica comprometido, e envolve-se em atividade que apresentam tanto risco para integridade física como patrimonial.
O comportamento sexual fica excessivamente desinibido e mesmo promíscuo tendo numerosos parceiros num curto espaço de tempo.
Os pensamentos correm de forma incontrolável para o próprio paciente, para quem olha de fora a grande confusão de idéias na verdade constitui-se na interrupção de temas antes de terem sido completados para iniciar outro que por sua vez também não é terminado e assim sucessivamente numa fuga de idéias.
A maneira de falar geralmente se dá em tom de voz elevado, cantar é um gesto freqüente nesses pacientes.
A necessidade de sono nessa fase é menor, com poucas horas o paciente se restabelece e fica durante todo o dia e quase toda a noite em hiperatividade.
Mesmo estando alegre, explosões de raiva podem acontecer, geralmente provocadas por algum motivo externo, mas da mesma forma como aparece se desfaz. 
A fase depressiva
Na fase depressiva ocorre o posto da fase maníaca, o paciente fica com sentimentos irrealistas de tristeza, desespero e auto-estima baixa. Não se interessa pelo que costumava gostar ou ter prazer, cansa-se à-toa, tem pouca energia para suas atividades habituais, também tem dificuldade para dormir, sente falta do sono e tende a permanecer na cama por várias horas. O começo do dia (a manhã) costuma ser a pior parte do dia para os deprimidos porque eles sabem que terão um longo dia pela frente. Apresenta dificuldade em concentra-se no que faz e os pensamentos ficam inibidos, lentificados, faltam idéias ou demoram a ser compreendidas e assimiladas. Da mesma forma a memória também fica prejudicada. Os pensamentos costumam ser negativos, sempre em torno de morte ou doença. O apetite fica inibido e pode ter perda significativa de peso. 

Generalidades
Entre uma fase e outra a pessoa pode ser normal, tendo uma vida como outra pessoa qualquer; outras pessoas podem apresentar leves sintomas entre as fases, não alcançando uma recuperação plena. Há também os pacientes, uma minoria, que não se recuperam, tornando-se incapazes de levar uma vida normal e independente.
A denominação Transtorno Afetivo Bipolar é adequada? Até certo ponto sim, mas o nome supõe que os pacientes tenham duas fases, mas nem sempre isso é observado. Há pacientes que só apresentam fases de mania, de exaltação do humor, e mesmo assim são diagnosticados como bipolares. O termo mania popularmente falando não se aplica a esse transtorno. Mania tecnicamente falando em psiquiatria significa apenas exaltação do humor, estado patológico de alegria e exaltação injustificada. 
O transtorno de personalidade, especialmente o borderline pode em alguns momentos se confundir com o transtorno afetivo bipolar. Essa diferenciação é essencial porque a conduta com esses transtornos é bastante diferente.

Qual a causa da doença?
A causa propriamente dita é desconhecida, mas há fatores que influenciam ou que precipitem seu surgimento como parentes que apresentem esse problema, traumas, incidentes ou acontecimentos fortes como mudanças, troca de emprego, fim de casamento, morte de pessoa querida.
Em aproximadamente 80 a 90% dos casos os pacientes apresentam algum parente na família com transtorno bipolar.

Como se trata?
O lítio é a medicação de primeira escolha, mas não é necessariamente a melhor para todos os casos. Freqüentemente é necessário acrescentar os anticonvulsivantes como o tegretol, o trileptal, o depakene, o depakote, o topamax.
Nas fases mais intensas de mania pode se usar de forma temporária os antipsicóticos. Quando há sintomas psicóticos é quase obrigatório o uso de antipsicóticos. Nas depressões resistentes pode-se usar com muita cautela antidepressivos. Há pesquisadores que condenam o uso de antidepressivo para qualquer circunstância nos pacientes bipolares em fase depressiva, por causa do risco da chamada “virada maníaca”, que consiste na passagem da depressão diretamente para a exaltação num curto espaço de tempo.
O tratamento com lítio ou algum anticonvulsivante deve ser definitivo, ou seja, está recomendado o uso permanente dessas medicações mesmo quando o paciente está completamente saudável, mesmo depois de anos sem ter problemas. Esta indicação se baseia no fato de que tanto o lítio como os anticonvulsivantes podem prevenir uma fase maníaca poupando assim o paciente de maiores problemas. Infelizmente o uso contínuo não garante ao paciente que ele não terá recaídas, apenas diminui as chances disso acontecer. 
Pacientes hipertensos sem boa resposta ao tratamento de primeira linha podem ainda contar com o verapamil, uma medicação muito usada na cardiologia para controle da hipertensão arterial que apresenta efeito anti-maníaco. A grande desvantagem do verapamil é ser incompatível com o uso simultâneo do lítio, além da hipotensão que induz nos pacientes normotensos


MEU MUNDO ACABOU

Não sei aonde eu parei no outro post, mas resumindo, to solteira e quase namorando de novo com meu amigo de infância,esse eu amo realmente, enfim não estou aqui para falar disso,estou aqui porque realmente não sei o que eu faço comigo,se fujo de casa,se me mato(não estou exagerando),se me corto,se me machuco,porque de boa não aguento mais brigar com os outros,não aguento mais,estou pedindo AJUDA silenciosamente mas ninguém presta atenção em mim,estou aqui escrevendo isso chorando muito, eu passei um natal normal, mas não paro de brigar com os outros principalmente minha irmã, amanhã eu iria viajar com a minha família, minha irmã e eu demos uma crise e brigamos, minha irmã como sempre que não sabe resolver as coisas sozinha,tem que chamar meu pai,meu pai já é estressado,e com a gente assim brigando toda hora ele estourou e com razão,eu falei que iria me reusar a entrar no carro amanhã para viajar e que não ia fazer mais mala e nem nada mais, ele começou a gritar com a gente e pegou  pouco de roupa que estava sobre a cama e jogou no chão e chutou,minha irmã antes disso tudo acontecer ela tirou todas as minhas roupas e falou que era dela e me deixou ”sem” roupa no guarda roupa,então eu não sei o que eu faço ninguém me entende e eu só magoo os outros acho que se eu fugir ou me matar sei lá acho que estarei fazendo um favor a todos.Eu acho também que sou bipolar,eu fui pesquisar os sintomas e tenho quase todos eles,es eles:

"Os principais sintomas:

Fase da euforia 
. Alegria exagerada 
. Agitação física e mental 
. Sensação de ter poderes especiais 
. Ideias grandiosas 
. Aumento do desejo sexual 
. Insônia 


Fase da depressão 
. Tristeza, irritabilidade 
. Perda ou aumento de apetite 
. Dificuldade de concentração 
. Pensamento de morte ou suicídio” 

copiei isso de um site, e grifei os sintomas que eu tenho…

Desses principais sintomas só não tenho um,e se eu falar isso para minha mãe ou para alguém vão falar que é besteira só que eu não acho que seja. Agora meu pai saiu de casa puto,acho que é uma boa hora para eu sair também,mas não tenho muita coragem de fazer isso com eles,e também não tenho e não sei para onde ir,não sei o que eu faço,to de castigo,não poderei ver o meu ”namorado”,se ele estivesse em casa até ia pra lá,mas ele ta viajando ou quase isso,to com muita raiva de mim,meu mundo acabou,não sei o que fazer e quando minha mãe chegar vai ser pior,porque ela vai escutar do meu pai e descontar em mim e na minha irmã,de boa não sei o que eu faço,se eu não fizer nenhuma besteira,conto tudo no próximo post.


O que eu faço?

Nossa véi, de boa vamos lá duas semanas depois que eu terminei fiquei com um menino do meu colégio no passeio da minha escola, até ai tudo bem, sendo que eu descobri que ele tava namorando e eu não curto isso, nem um pouco, tudo bem conversei com ele e depois ele foi e terminou com a namorada dele pra ficar comigo, se declarou e tudo sendo que chega de ”iludir” as pessoas, falei que era só amizade, ok minha semana não parou meu amigo do teatro se declarou pra mim também falando que me amava, eu fiquei tipo: what? E no mesmo dias do passeio reencontrei meu amigo de infância, troquei o facebook com ele sem maldade, desde então não paramos de nos falar marcamos de nos encontrar e ficamos.Agora o meu “ex do ex” quer voltar comigo, sendo que disse que ta dividida entre duas garotas, beleza, falei pra ele ficar com a outra, porque eu não tenho certeza do que eu realmente sinto por ele. Agora vem a melhor parte acho que meu amigo de infância também está gostando de mim, nossaaaaaa véi que lecal, uhul eu to tipo como assim? Como tanto garoto gosta de mim e eu não gosto de nenhum.. Mentira o meu amigo de infância está mexendo comigo mas não dá pra namorar com ele nós moramos muito longe eu sei que muita gente fala,” se for amor verdadeiro não á distância que impeça”, eu não curto namoro a distânciaaaaaa, como? ficar falando com ele o tempo todo no cel? Isso eu já fico o dia inteiro com ele.. Sei lá não sei o que eu faço, preciso de ajuda :/ Help me! Ps: eu estou triste e muito mas ninguém me entende e vê isso.. Todos acham que eu estou com sono.. :c


Terminei!

È people terminei, to até bem, espero não me arrepender.. Resumindo o que aconteceu brigamos feio semana passada se resolvemos e ficamos essa semana inteira sem se falar e hoje terminamos, é aaah e só pra lembrar não gosto do meu ex do ex hahahaha nossa, enfim  resumindo foi isso, mas outro dia venho aqui pra falar disso com mais calma haha beijoos


Surto

Estou me sentindo uma puta piranha, porque eu acho que estou gostando do meu ex :O como assim? È povo é foda agente só da valor quando perde, eu ainda vou quebrar a cara muitas vezes eu sempre disse isso mas ta foda véi eu já to começando a quebrar a cara, hoje como tirei nota baixa comecei a chorar mas não pela nota mas sim por tudo o que está acontecendo comigo, to muito mas muito angustiada e o foda ainda nem falei pra vocês eu vou fazer um mês com o meu namorado atual terça e o mais foda ainda acho que gosto do meu ex (meu antigo melhor amigo) e o foda não sei se ele ainda gosta de mim mesmo que ele goste de mim ainda o que eu vou fazer? Largar meu atual pra ficar com ele? Lógico que não porque eu gosto do meu atual namorado mas acho que to gostando do meu ex também.  O que aconteceu pra eu mudar de ideia? Não sei só acho que eu não eu não aah eu não sei, to muito triste to muito angustiada sabe e ninguém vê isso, ninguém nota e eu não paro de querer chorar mas eu n ão choro porque se não o pessoal vai perguntar o que foi e eu não vou poder dizer que é sono, sei la eu queria que as pessoas notassem que eu estou triste não quando me veem chorar perguntar o que foi, sei la… E o pior de tudo é que eu tenho que conviver com ele todo santo dia sabe ( o meu ex), e eu não sei o que  eu faço porque dá vontade de chorar da vontade de falar que eu o amo mas não como amigo mas sabe uma coisa eu bem que mereço eu fiz por onde porque eu tinha ele só pra mim nas minhas “mãos” e eu não dei valor, só “esculachava” ele, sem falar que quando gente terminou ele saiu pegando geral e saiu bebendo ate um dia que ele bebeu tanto mas tanto que ficou bêbado e a mãe dele foi buscar ele e tipo ele tava quase  em coma alcoólico pra vocês terem noção do quanto ele estava bêbado e quando ele estava comigo ele nunca tinha feito isso ele não bebia sai com o mesmo pessoal mas não bebia, sabe as vezes acho que isso tem um  pouco da minha culpa.. E o foda se eu chegar pra ele e falar que eu o amo e ele também disser que me ama e ele quiser voltar comigo aonde eu vou enfiar o meu namorado atual? ONDE? È foda.. queria pelo menos uma dica do que fazer uma… Uma coisa do que fazer sei la alguma solução..


Namorando de novo :O

Gente as vezes eu não me entendo sabe, eu falo que não quero namorar, que isso que aquilo, mas tipo eu não sei com ele é diferente  parece que ele me entende ele as vezes sabe quando estou triste ou feliz, não sei só sei que ele me faz bem começamos a namorar dia 18/08/12, vamos ver como isso vai terminar né, se vai durar ou não, mas por favor não me julguem porque eu sei que tinha menos de um mês que eu terminei com o meu ex,mas sei lá, nós já se conhecíamos sabe, agente ficava sempre quando se encontrava sendo que depois nós não nos falávamos, não me pergunte o porque hahaha mas enfim sei lá to bem agora..è isso rs mas ele é muito ciumento o que me deixa com raiva porque isso me irrita muito porque não posso sair com meus amigos e tal  mas nada que uma boa conversa não se resolva hahahahaha


Sumida!

Bom eu sei que to um pouco sumida daqui, mas é que eu não tenho tempo pra nada, serio nem para o meu namorado!Ops, vocês não sabem né? Relaxa no próximo post eu explico haha mas nesse aqui eu vou explicar o porque deu estar sumida, não tenho tempo nem pra respirar nem no final de semana, ta to com preguiça de explicar mas enfim, se eu demorar pra postar algo é porque estou sem tempo! haha